Loading...

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Você utiliza a chave?

Acho que a chave é um dos instrumentos mais antigos do mundo, desde sempre é um objeto útil e importante na vida das pessoas. E também na vida corporativa, porque a c.h.a.v.e. nos remete a elementos essenciais para o desenvolvimento e sobrevivência no mundo corporativo.

Conhecimento, Habilidade, Atitude, Valores e Ética.
A busca contínua pelo conhecimento, os exercícios contínuos transformam-se em habilidade, as realizações que demonstram a atitude, a transparência que deixa explícito os valores e somando-se a isso a ética.

Entende-se como Ética: o estudo dos juízos de apreciação que se referem à conduta humana susceptível de qualificação do ponto de vista do bem e do mal - Dicionário Aurélio.

Agora reflitam, até onde podem ir os gestores que ainda gerenciam sem CHAVE?

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A nossa Vida

Ás vezes ouço algumas pessoas reclamarem da vida, reclamarem da idade que tem e reclamarem que o tempo está passando rápido demais.
Ontem completei 37 anos e uma motivação tomou conta de mim, por realizar, por conquistar, por ajudar, por conhecer e por participar. Não acredito que estejamos nesta vida só para fazer número, todos os dias fazemos a diferença na vida das pessoas e de alguma forma proporcionarmos um aprendizado uns aos outros.
Acho muito importante nos conscientizarmos de quão importante é a nossa vida e o que fazemos da nossa vida reflete na vida das outras pessoas, ou seja, fazemos parte de um sistema e qualquer desequilíbrio nesse sistema todos sentirão o reflexo.
Ao invés de continuarmos buscando a vida eterna, deveríamos buscar uma vida plena, saudável, inesquecível, pois a eternidade está nos corações dos nossos amados (não estou falando de religião e tão pouco fazendo juízo de valor de qualquer religião!).
Hoje quando amanheceu o dia, tive uma sensação de realização e também uma sede de realizar muito mais do que realizei nos últimos 30 anos da minha vida, eu sei que posso fazer a diferença e neste propósito quero viver os próximos 70 anos da minha vida, da nossa vida, sem medo de errar.
Eternamente Clayton Soares.

sábado, 5 de setembro de 2009

Tem que ser hoje.

Imagine se hoje fosse o seu último dia de vida, o último dia entre os seus amados, o que será que você pediria a Deus? Mais um dia? Mais uma chance?


Um dia para quê? Uma chance para quê? Pense...

Será que aproveitamos tudo o que recebemos da Vida? Quando foi a última vez que você disse, Mãe EU TE AMO....Pai EU TE AMO....Amigo EU TE AMO... ? Quando foi a última vez que você sorriu com o coração, sem maldade ou intenções? Lembre-se...

Não espere nada em troca de ninguém, nem de você mesmo (a).

Pense bem, está Vida é a sua única oportunidade de realizar os seus sonhos, é a sua única oportunidade de Amar e ser Amado (a), desejar e ser desejado (a), lembrar e ser lembrado (a), reconhecer e ser reconhecido (a).....de coração prá coração!

A verdadeira realização é de dentro para fora, assim como a transformação que todos nós passamos ou ainda passaremos, nos torna ou tornará seres humanos melhores a cada dia.

Confie, Faça, Acredite, Perdoe, Lidere e principalmente Permita-se!

Todos os dias Deus nos dá uma nova chance, mas talvez a Vida não...

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Encontre-se dentro de você.

Junto com a leitura, ouça a música do clip anexo a esta página....

Ás vezes me pergunto por que tantas idas e vindas, qual o caminho certo, mas para quê?
Se devo voltar atrás, quais os passos são os corretos...corra a vida está passando...imagino que deve estar sufocando, mas espere...quem é a pessoa mais importante da sua vida? seu pai, sua mãe, seu irmão, sua avó, seu amor.....Não...pare, respire fundo, sinta-se....é, é você mesmo!
Se as comparações se fazem presente, seus medos devem estar falando mais alto do que você, é chegada hora de descobrir-se, encontrar realmente o seu propósito de vida, vida que é única, bela, curta e simples, não mais simples do que isso...
Foram tantas braçadas para chegar até aqui e agora?
Escolha o seu caminho....vá, mas vá fundo, não tenha medo, você tem todos os recursos de que precisa, olhe para dentro de si e seja Feliz.

domingo, 16 de agosto de 2009

...hoje é o primeiro dia do resto de nossas vidas!

E por um instante aquele momento passou e nada do que eu fizesse conseguiria voltar aquele instante, aquela respiração, aquele olhar, nada...e de nada adiantou me lamentar, pensei; "queria voltar no tempo e fazer tudo diferente..." e concluí: O TEMPO NÃO PÁRA e não te espera, o momento é agora, porque o passado já ficou prá trás e o futuro ainda é ilusão.

Descobri que hoje é o primeiro dia do resto da minha vida e da sua também!

Não posso deixar para amanhã, o que eu posso fazer hoje, por que o medo? Se realmente eu quero, eu posso e eu mereço. Vai em frente e não olhe para trás.

A vida ensina tudo e a vida lhe oferece livre arbítrio, faça as suas escolhas, jogue, você tem todos os recursos para ser feliz.

Perdoe, esqueça, console, sorria, dê gargalhadas, sinta saudades, dê presentes, faça visitas, improvise, permita-se, aceite-se, cante, chore, mas não deixe de acreditar em VOCÊ!

Olhe para dentro de você, encontre a criança feliz, inocente e corajosa que existe aí dentro do seu coração, esse é o verdadeiro combustível da felicidade.

Reinvente-se, mexa-se e vá, força de vontade lhe sobra, então volte a sonhar e a fazer planos, transforme a ilusão do futuro no seu plano de vida, da sua vida, comece hoje, comece agora e lembre-se, você é a imagem e semelhança do criador, PERFEITO!!!!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Acredite, podemos tudo, tanto quanto queremos!

Quando alguma coisa parece boa ou ruim demais, não devíamos pensar se mereço ou não, mas nos preocupamos em questionar por quê temos o direito de receber ou desfrutar de alguma coisa boa ou ruim demais.

Se temos alguma coisa de valor, tangível ou não, sabemos o quanto nos custou, independente da forma como conseguimos (..."lembrando que tudo o que fazemos tem uma intenção positiva") será que devemos realmente questionar se somos merecedores?

Em outras palavras: "Quem planta chuva colhe tempestade" ou ainda "A vida se encarrega de devolver tudo de volta" e por fim "O inferno é aqui, aqui você faz, aqui você paga". Mas porque sempre enxergamos ou valorizamos o lado ruim das coisas, por que será que mesmo as coisas contrárias as nossas vontades não podem agregar aos nossos conhecimentos, valores e caráter?

Acredite, podemos tudo tanto quanto queremos!

quarta-feira, 24 de junho de 2009

O Escolhido é você...

Descobrir o real significado da palavra independência, obrigatoriamente deveria passar pelo conhecimento e pela vivência da interdependência.
A importância da base educacional no sentido de criar independência como conceito evolutivo de crianças e adolescentes deveria, antes de mais nada, estabelecer critérios de não dependência, seja social, emocional e até financeira para alguns casos.
Não basta força de vontade sem critério ou método, muito se faz e pouco se conquista, porque de todos aqueles que conseguiram, apenas "ele" eu conheço - mas, se "ele" for o Escolhido (MATRIX I), sobra-nos parâmetros.
Todos tem condições, falta-nos acesso e independência, por isso poucos chegam ao final, porque a interdependência é tão grande e forte que fica fácil desistir.

terça-feira, 26 de maio de 2009

A decisão é sua...

A simplicidade é a chave para a tomada de decisão. As respostas são simples e o retorno imediato não temos o que complicar, porque tudo depende de nós.
É verdade que precisamos de reconhecimento, mas não precisamos estar com a razão em 100%, você já se perguntou se prefere ter razão ou ser feliz?

Podemos não aceitar tudo, podemos questionar as atitudes, mas não existe culpado, somente responsáveis, independente dos resultados, o que é bom para você pode não ser para mim...

Eu quero discernimento para fazer escolhas, ter opções é maravilhoso e só depende de mim e com certeza terei resultados concretos baseados nas minhas escolhas. Porém cuidado com a busca da perfeição, a busca por objetivos tem um custo e o preço dos objetivos escolhidos pode custar-lhe os anos de vida...mas arrependa-se do que fez e não do que teve medo de fazer e não fez!

Na próxima escolha ou tomada de decisão, imagine o resultado e apartir do resultado trace o caminho para conquistar os seus objetivos....eu sei como!

quarta-feira, 15 de abril de 2009

Você já pensou nisso?

Sonho tem haver com liberdade e mudança com descoberta. A Felicidade independe da mudança, mas pode ser consequência da Liberdade em descobrir todas as possibilidades que existem dentro de você, que é a pessoa mais importante de qualquer relação.

Quão rápido pode-se viajar, tão longe pode-se saltar, quão distante alguém pode ficar?
Se todos sabem onde fica o pote de ouro, porque ainda temem a conquista da Liberdade? O sabor da vitória não pode ser amargo ou incomum...Se é verdade que nascemos do Amor e com Amor devemos viver, porque existem as diferenças?...Eu Quero, Eu Posso e Eu Mereço... para mim e para todos. Já imaginou uma vida de conquistas, realizações, sonhos e felicidade? Que sabor tem?



Então o que você tem feito para atuar nas possibilidades da sua vida, porque estas oportunidades são suas e verdadeiramente disponíveis a Você.

Se eu acredito em Você? E Você?

terça-feira, 17 de março de 2009

A força da imaginação

Este texto e pesquisa foram elaborados a partir de um insight que tive com uma cliente, a minha primeira cliente de Coaching em fev/2009 - Monte Verde MG, Mirian Nunes Paes Pereira, o meu muito obrigado!

É esta força de imaginar como será, que nos move em busca de tudo o que somos..."somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter"...

O estímulo da mente é a reação necessária para a superação e quebra de fronteiras, mas quão importante é para você, desbravar o desconhecido?

Se já temos a plenitude da felicidade necessária, por que precisamos de algo que ainda não temos? Onde foi parar aquele (a) menino (a) que nada temia e desafiava os próprios limites, a procura da felicidade?
A consciência e os medos nos tornam limítrofes (TPL), inconscientes de sí próprio, dependentes de outras pessoas e inconscientes da capacidade que temos de sonhar, imaginar, concretizar e realizar.

Quem um dia imaginou que aquele menino tornaria-se Walt Disney?



A História de Walt Disney

Walt Disney foi o criador de muitos personagens de nossa infância. Tornou-se conhecido, nas décadas de 1920 e 1930, por seus personagens de desenho animado, como Mickey e Pato Donald, Minnie, Pateta e muitos outros. Ao longo dos anos, dedicando-se à animação e produção de filmes, construiu o que viria a ser a Walt Disney Productions. Já na segunda metade do século passado, cria a Disneylândia, na Califórnia e, mais tarde, Disneyworld, na Flórida, os parques temáticos mais visitados do mundo. Sua imaginação mudou o mundo para sempre.


Walt nasceu em Chicago, Estados Unidos, no dia 5 de dezembro de 1901. Flora e Elias Disney, seus pais, já tinham três filhos: Herbert, Raymond e Roy, e mais tarde nasceria Ruth, a única menina. Roy era o irmão mais chegado a Walt. A família passou parte da infância das crianças numa fazenda em Marceline, no estado do Missouri. Foi um período difícil para elas, devido aos castigos impostos pelo pai, homem bastante severo.


Walt gostava de ir à cidade de Marceline na carroça e descer a rua principal, deslumbrado com a loja de chapéus para homens, com a barbearia e com o bazar, onde se podia comprar de tudo. Havia também o Corpo de Bombeiros e a estação ferroviária, onde Walt se esquecia da vida observando o movimento dos trens e das pessoas que iam e vinham. Nunca se cansava de apreciar a grande locomotiva a vapor que puxava vários vagões de carga ou de passageiros, deslizando pelos trilhos que passavam em frente à fazenda.
Nessa época, o pequeno artista registrava tudo o que via, desenhando os animais da fazenda e dos campos ao redor. Posteriormente usou muito do que viu como personagens de suas animações e até mesmo como inspiração para os parques.


Na adolescência cursou arte por correspondência. Aos 17 anos, durante a Primeira Guerra Mundial, Disney deixou a escola e alistou-se no Exército. Foi enviado à França, onde passou a dirigir ambulâncias da Cruz Vermelha. De volta aos Estados Unidos, mudou-se para Kansas City e conseguiu seu primeiro emprego como aprendiz de desenhista em um pequeno estúdio, onde conheceu Ubbe Iwerks, que seria posteriormente o mais importante associado de Disney.
Iwerks e Disney trabalharam juntos em outra empresa que produzia filmes de animação, que deu a eles a prática que precisavam. Após algum tempo, Disney conseguiu uma câmera emprestada e junto com Iwerks produziu uma série de comerciais e desenhos animados, mostrando que era tecnicamente competente para os padrões da época.


Walt deixou Kansas City e foi para Hollywood juntar-se a seu irmão Roy Disney, onde conseguiram um contrato com um distribuidor. Logo depois Iwerks e uma talentosa equipe de desenhistas juntaram-se aos irmãos Disney.
Walt Disney e Ub Iwerks criaram Mickey Mouse em 1928, em "Steamboat Willie", o primeiro desenho animado a utilizar som totalmente sincronizado. O camundongo, desenhado a partir de uma série de círculos, tornar-se-ia o personagem de maior sucesso dos estúdios Disney. No início, o próprio Walt dublava o Mickey. Surgiram, em seguida, outros personagens para contracenar com o famoso camundongo: Minnie, Pato Donald, Pateta e Pluto.
A partir daí foram feitos os primeiros longas-metragens em desenho animado. "Branca de Neve", que levou três anos para ser concluído, gerou fundos necessários para a construção de um novo estúdio e para a criação de novos longas-metragens: "Pinóquio", "Bambi", "Fantasia" e "Dumbo".


Mas Walt Disney não trabalhou apenas com desenhos animados. Seu primeiro longa-metragem com atores foi "A Ilha do Tesouro" (1950). O primeiro sobre a natureza foi "O Drama do Deserto" (1953). Em 1954, fez "20.000 Léguas Submarinas", baseado na obra do escritor francês Júlio Verne.
Dez anos depois, produziu "Mary Poppins", uma mistura de desenho animado com personagens humanos. O filme concorreu ao Oscar em 14 categorias, levando cinco prêmios, incluindo o de melhor atriz, para Julie Andrews, e o de melhor canção, por "Chim Chim Cher-ee". Disney produziu também diversos filmes para televisão, sendo ele próprio o apresentador do seu programa.


Mas Walt Disney tinha algo maior em mente. Ele queria criar um mundo de fantasias, um verdadeiro país das maravilhas - o mundo Disney. Um parque que não fosse feito apenas para crianças, mas também para toda a família. E assim, depois de anos de preparação, a Disneylândia tornou-se realidade. O parque foi inaugurado em 17 de julho de 1955 em Anaheim, California, e, depois de alguns tropeços iniciais, tornou-se um fenômeno. Até o fim de 1955, um milhão de pessoas já haviam visitado o parque e a maioria saia de lá como Walt esperava: com um sorriso escancarado no rosto!


No outono de 1966, Walt Disney recebeu o diagnóstico de câncer nos pulmões e no dia 15 de dezembro daquele ano faleceu. O último filme produzido por Walt foi "Mogli, o Menino Lobo". Naquela época, os estúdios Disney já contavam com 21 longas-metragens de animação, 493 curtas, 47 filmes, sete episódios de “A Vida Como Ela É”, 330 horas do Mickey Mouse Club e 360 programas de televisão.


Em 1971 foi inaugurado outro parque temático idealizado por Walt ainda em vida, a Disneyworld - O Mundo de Disney, em Orlando, na Flórida.
Walt Disney transformou-se numa lenda, tendo criado, com a ajuda da sua equipe, todo um universo de referências no imaginário infantil de sucessivas gerações. Além disso, Walt Disney é a pessoa que mais prêmios Oscar ganhou em todos os tempos.


Walter Elias Disney: Durante seus 43 anos de carreira, foi um pioneiro e um inovador.


Fontes: Wikipedia e Walt Disney - Prazer em conhecê-lo, Ginha Nader, ed. Maltese, 1993.

quarta-feira, 11 de março de 2009

Um mundo de possibilidades

Um dia falaram-me de uma tal metamorfose, onde o poeta dizia: "Prefiro ser, essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião...", até bem pouco tempo atrás, era muito mais cômodo manter a velha opinião formada sobre tudo, sem dúvida, quando não sabemos o que fazer ou para onde ir nas bifurcações da vida, a velha opinião vale e muito.

- Para onde vamos? perguntou o menino.
- O futuro a Deus pertence. respondeu o pai assustado.

Nunca mais deixarei a vida me levar, mesmo que o Zeca repita várias e várias vezes, a partir de hoje, Eu sou o dono da minha Vida.

O que você tem feito por você? O que você tem feito para você? Qual caminho seguir? Porque as escolhas sempre são difíceis? Quantas dúvidas sobre o seu futuro? O que você tem feito com os seus SONHOS? Os seus SONHOS são realmente importantes para você? O que você tem feito para alcançar e conquistar a sua Felicidade?

A sua Felicidade depende de você e de mais ninguém!

Coaching, tem a ver com mudanças, as mudanças nascem de uma vontade ou de um sonho, de algo melhor (Insight). - Coaching com PNL - Lages, Andrea & O'Connor, Joseph.