Loading...

terça-feira, 17 de março de 2009

A força da imaginação

Este texto e pesquisa foram elaborados a partir de um insight que tive com uma cliente, a minha primeira cliente de Coaching em fev/2009 - Monte Verde MG, Mirian Nunes Paes Pereira, o meu muito obrigado!

É esta força de imaginar como será, que nos move em busca de tudo o que somos..."somos quem podemos ser, sonhos que podemos ter"...

O estímulo da mente é a reação necessária para a superação e quebra de fronteiras, mas quão importante é para você, desbravar o desconhecido?

Se já temos a plenitude da felicidade necessária, por que precisamos de algo que ainda não temos? Onde foi parar aquele (a) menino (a) que nada temia e desafiava os próprios limites, a procura da felicidade?
A consciência e os medos nos tornam limítrofes (TPL), inconscientes de sí próprio, dependentes de outras pessoas e inconscientes da capacidade que temos de sonhar, imaginar, concretizar e realizar.

Quem um dia imaginou que aquele menino tornaria-se Walt Disney?



A História de Walt Disney

Walt Disney foi o criador de muitos personagens de nossa infância. Tornou-se conhecido, nas décadas de 1920 e 1930, por seus personagens de desenho animado, como Mickey e Pato Donald, Minnie, Pateta e muitos outros. Ao longo dos anos, dedicando-se à animação e produção de filmes, construiu o que viria a ser a Walt Disney Productions. Já na segunda metade do século passado, cria a Disneylândia, na Califórnia e, mais tarde, Disneyworld, na Flórida, os parques temáticos mais visitados do mundo. Sua imaginação mudou o mundo para sempre.


Walt nasceu em Chicago, Estados Unidos, no dia 5 de dezembro de 1901. Flora e Elias Disney, seus pais, já tinham três filhos: Herbert, Raymond e Roy, e mais tarde nasceria Ruth, a única menina. Roy era o irmão mais chegado a Walt. A família passou parte da infância das crianças numa fazenda em Marceline, no estado do Missouri. Foi um período difícil para elas, devido aos castigos impostos pelo pai, homem bastante severo.


Walt gostava de ir à cidade de Marceline na carroça e descer a rua principal, deslumbrado com a loja de chapéus para homens, com a barbearia e com o bazar, onde se podia comprar de tudo. Havia também o Corpo de Bombeiros e a estação ferroviária, onde Walt se esquecia da vida observando o movimento dos trens e das pessoas que iam e vinham. Nunca se cansava de apreciar a grande locomotiva a vapor que puxava vários vagões de carga ou de passageiros, deslizando pelos trilhos que passavam em frente à fazenda.
Nessa época, o pequeno artista registrava tudo o que via, desenhando os animais da fazenda e dos campos ao redor. Posteriormente usou muito do que viu como personagens de suas animações e até mesmo como inspiração para os parques.


Na adolescência cursou arte por correspondência. Aos 17 anos, durante a Primeira Guerra Mundial, Disney deixou a escola e alistou-se no Exército. Foi enviado à França, onde passou a dirigir ambulâncias da Cruz Vermelha. De volta aos Estados Unidos, mudou-se para Kansas City e conseguiu seu primeiro emprego como aprendiz de desenhista em um pequeno estúdio, onde conheceu Ubbe Iwerks, que seria posteriormente o mais importante associado de Disney.
Iwerks e Disney trabalharam juntos em outra empresa que produzia filmes de animação, que deu a eles a prática que precisavam. Após algum tempo, Disney conseguiu uma câmera emprestada e junto com Iwerks produziu uma série de comerciais e desenhos animados, mostrando que era tecnicamente competente para os padrões da época.


Walt deixou Kansas City e foi para Hollywood juntar-se a seu irmão Roy Disney, onde conseguiram um contrato com um distribuidor. Logo depois Iwerks e uma talentosa equipe de desenhistas juntaram-se aos irmãos Disney.
Walt Disney e Ub Iwerks criaram Mickey Mouse em 1928, em "Steamboat Willie", o primeiro desenho animado a utilizar som totalmente sincronizado. O camundongo, desenhado a partir de uma série de círculos, tornar-se-ia o personagem de maior sucesso dos estúdios Disney. No início, o próprio Walt dublava o Mickey. Surgiram, em seguida, outros personagens para contracenar com o famoso camundongo: Minnie, Pato Donald, Pateta e Pluto.
A partir daí foram feitos os primeiros longas-metragens em desenho animado. "Branca de Neve", que levou três anos para ser concluído, gerou fundos necessários para a construção de um novo estúdio e para a criação de novos longas-metragens: "Pinóquio", "Bambi", "Fantasia" e "Dumbo".


Mas Walt Disney não trabalhou apenas com desenhos animados. Seu primeiro longa-metragem com atores foi "A Ilha do Tesouro" (1950). O primeiro sobre a natureza foi "O Drama do Deserto" (1953). Em 1954, fez "20.000 Léguas Submarinas", baseado na obra do escritor francês Júlio Verne.
Dez anos depois, produziu "Mary Poppins", uma mistura de desenho animado com personagens humanos. O filme concorreu ao Oscar em 14 categorias, levando cinco prêmios, incluindo o de melhor atriz, para Julie Andrews, e o de melhor canção, por "Chim Chim Cher-ee". Disney produziu também diversos filmes para televisão, sendo ele próprio o apresentador do seu programa.


Mas Walt Disney tinha algo maior em mente. Ele queria criar um mundo de fantasias, um verdadeiro país das maravilhas - o mundo Disney. Um parque que não fosse feito apenas para crianças, mas também para toda a família. E assim, depois de anos de preparação, a Disneylândia tornou-se realidade. O parque foi inaugurado em 17 de julho de 1955 em Anaheim, California, e, depois de alguns tropeços iniciais, tornou-se um fenômeno. Até o fim de 1955, um milhão de pessoas já haviam visitado o parque e a maioria saia de lá como Walt esperava: com um sorriso escancarado no rosto!


No outono de 1966, Walt Disney recebeu o diagnóstico de câncer nos pulmões e no dia 15 de dezembro daquele ano faleceu. O último filme produzido por Walt foi "Mogli, o Menino Lobo". Naquela época, os estúdios Disney já contavam com 21 longas-metragens de animação, 493 curtas, 47 filmes, sete episódios de “A Vida Como Ela É”, 330 horas do Mickey Mouse Club e 360 programas de televisão.


Em 1971 foi inaugurado outro parque temático idealizado por Walt ainda em vida, a Disneyworld - O Mundo de Disney, em Orlando, na Flórida.
Walt Disney transformou-se numa lenda, tendo criado, com a ajuda da sua equipe, todo um universo de referências no imaginário infantil de sucessivas gerações. Além disso, Walt Disney é a pessoa que mais prêmios Oscar ganhou em todos os tempos.


Walter Elias Disney: Durante seus 43 anos de carreira, foi um pioneiro e um inovador.


Fontes: Wikipedia e Walt Disney - Prazer em conhecê-lo, Ginha Nader, ed. Maltese, 1993.

Nenhum comentário:

Postar um comentário